terça-feira, 22 de agosto de 2017

Neve: Parte 1/5


Foi como o apertar de um botão vermelho de um controle remoto. Ela ligou-se. Abriu os olhos. Sentiu o frio entrando em seus pulmões. Entrou e saiu. E fez isso repetidas vezes. Viu uma vastidão branca.


Uma grande quantidade de informação apareceu em sua mente. Sentiu os lábios com a língua. Secos.

Água. Era o que precisava. Mas o que era água? As informações apareceram. Rios, potável, suja, sobrevivência, líquida, gasosa, congelada, neve...

Fechou os olhos novamente. Apertou-os com força, para ver se aquilo parava de vir.

Abriu os olhos. Frio. Agora sentia frio. Tentou se aquecer. Viu que estava usando apenas uma camiseta, calça jeans e botas. Nada mais. Nada.

Não havia nada à sua frente além de neve.

Ela tentou se aquecer, mas foi uma ação inútil. Levantou-se com dificuldade. Olhou em volta. Não havia absolutamente nada além de neve.

Começou a andar.


Parte 1 do conto de Lucas Beça

Nenhum comentário:

Arquivo do blog